A ESTeSL na promoção do ensino a distância

Gabinete de Apoio, Desenvolvimento e Monitorização do Ensino a Distância – GADMED da ESTeSL, promove sessões múltiplas de formação interpares para docentes, no âmbito do ensino a distância. Estas sessões decorrem em ambiente virtual, com recurso à plataforma Moodle e ao serviço Colibri, e presentemente focadas em “criar testes no Moodle®, num ambiente seguro”.

Workshop em sessão síncrona: “criar um teste no Moodle®”

Na segunda-feira, 4 de maio, a Universidade John Hopkins informava que o SARS-CoV-2 havia já infetado mais de 3,5 milhões de pessoas no mundo, tendo-se registado até àquela data quase 250 mil mortes por COVID-19.

Neste contexto de pandemia, a recomendação do IPL/ESTeSL foi para não cancelar as atividades letivas, mas para fazer com que professores e estudantes continuassem a trabalhar juntos e de forma remota pela internet, por meio de ambientes virtuais de aprendizagem com suporte institucional como o Moodle® e o Colibri.

A disrupção educacional é uma das respostas que se pode implementar em larga escala em resposta à COVID-19. As edtechs podem ter um papel fundamental neste processo urgente, com soluções tecnológicas, ensino online e apoio pedagógico a professores, estudantes e comunidade.

Contudo, a reprodução do ensino presencial no ensino a distância não se resume simplesmente a fazer uma aula por Colibri com as turmas. Existem tecnologias e metodologias de ensino de ponta, para reproduzir uma sala de aula presencial num ambiente virtual de aprendizagem. É um design instrucional totalmente diferente, e quem apresenta experiência fica, objetivamente, em vantagem.

A adversidade pode gerar oportunidades. Uma das lições que o novo coronavírus deixa é que as instituições de ensino precisam superar a morosidade, a tradição e o medo, e fazer, finalmente, um movimento forte e rápido na adoção de tecnologias educacionais.

Neste contexto a ESTeSL desenvolveu um plano estratégico para acompanhar e monitorizar o ensino a distância, nas suas diferentes etapas, criando o Gabinete de Apoio, Desenvolvimento e Monitorização do Ensino a Distância (GADMED) sobre a égide da presidência da ESTeSL.

No âmbito das suas funções, o GADMED tem vindo a desenvolver uma estratégia assente no trabalho colaborativo, com partilha de experiências e contributos de boas práticas para o ensino a distância. Neste contexto iniciou a sua atividade com um levantamento de necessidades sobre a utilização da plataforma Moodle® chegando à conclusão que os docentes necessitavam de formação na área da produção de testes naquela plataforma.

Área de trabalho na plataforma Moodle®

Desta forma, na semana de 4 a 8 de maio de 2020 decorreram dez workshops online, suportados pela plataforma Colibri. A temática dos workshops foi “criar um teste no Moodle®”, que foram frequentados por cerca de 100 docentes e cuja formação foi assegurada por colegas com experiência na plataforma.

A esta formação inicial seguir-se-ão outras, com enfoque nos mecanismos de segurança para a elaboração e aplicação dos testes, assim como na gestão de todo o processo de avaliação.

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *